My name is fair play - Sports Movement Incentive
RSS Follow Become a Fan

Recent Posts

O Rugir do Leão
Parabéns a você: Assim não vale!
"São Valentim para além do beijo"
João Aguiar, 9 anos passaram...
Hoje não é o meu dia...

Most Popular Posts

E quem patrocina os pobres!...
Paulo Gonzo
Greve de fome como protesto  
Mensagem ao Universo Sportinguista
Armstrong yes or no?

Categories

Benfica
Comunidade Portuguesa Emigrada
Desporto & Politica
fair play
Fair play c/ Carlos Moreira
Imprensa audio-visual
Love
Portuguese music
Solideriedade
Sporting Clube Portugal
Toirada à Corda
Treinador, Coach, Manager
Tribute
WJFD - Radio Globo New Bef.
powered by

na caneta de um emigrante

Greve de fome como protesto  





Greve de fome como protesto  
Greve de fome como protesto  
É este o derradeiro recurso de Paulo Almeida, massagista do Lusitânia, para lutar “pelos seus direitos e dignidade humana e profissional”. Sandra Garcia Bessa
Sandra Garcia Bessa Greve de fome. 
É este o derradeiro recurso de Paulo Almeida, massagista do Lusitânia, para lutar “pelos seus direitos e dignidade humana e profissional”. Em nota de imprensa, Paulo Almeida anuncia o início da greve fome para o próximo dia 13 de Maio, cerca das 10h00 em frente à Câmara Municipal de Angra do Heroísmo para protestar “pela forma desumana” e profissionalmente “menos digna como sou tratado, pelos responsáveis que representam a minha entidade profissional”. 


Em declarações ao nosso jornal Paulo Almeida diz-se “perseguido e ameaçado” pelo “Presidente do Clube, senhor Paulo Borges”. Uma “perseguição” que remonta ao período em que o massagista do Lusitânia interpôs uma acção de processo contra o clube, por questões salariais (ordenados em atraso) e legais nomeadamente quanto à falta de descontos na Segurança Social, às quais o Tribunal lhe deu razão declarando “ilícito o despedimento” de que entretanto foi alvo, “com injúrias” por parte de Paulo Borges- “partiu para impróprios e pôs-me na rua” -, na “sequência” da comunicação de Paulo Almeida da sua intenção de suspender o contrato de trabalho pelas razões acima explicitadas. 

O Tribunal Judicial da Comarca de Angra decidiu, a 21 de Janeiro do corrente ano, pela reintegração de Paulo Almeida nos quadros do Sport Clube Lusitânia.

 Mais decidiu o Tribunal a favor do massagista nas questões salariais, nomeadamente quanto às retribuições “deixadas de auferir desde a data do despedimento”, mas também de verbas respeitantes a retribuição de férias e de subsídio de Natal, sendo o Clube obrigado ainda a efectuar “o pagamento das contribuições para a Segurança Social” e todas as custas do processo.

Reintegração 
“desumana e sem condições de trabalho”
Apesar da decisão do Tribunal ter sido cumprida no que diz respeito à sua reintegração no clube, Paulo Almeida considera que os moldes em que foi feita são “desumanos e indignos da sua profissão”, já que, ao invés de voltar a assumir a sua função de massagista da equipa principal de futebol do Lusitânia foi antes destacado para dar apoio aos escalões de formação mas “sem mala de massagista, apenas com direito a seis garrafas de água, um saco de gelo e a uma toalha”, o que é, de acordo com o mesmo, “insuficiente para o bom desempenho” do seu trabalho.Paulo Almeida refere-se ainda à continuação de “pressões” por parte “do senhor Presidente” que é também, como faz questão de lembrar “um sindicalista”. “Pressões” de foro psicológico que vão desde a falta de material mas também “à forma como fala comigo”, como “tentou impedir, ou pelo menos não facilitou, a minha ida a uma acção de formação em Lisboa”. “Fui por conta e risco próprio, porque a acção de formação decorreu num Domingo e num feriado, mas sempre com medo que o avião não pudesse aterrar por causa do tempo, por exemplo, e que isso fosse usado contra mim”. Paulo Almeida considera ainda parte dessa alegada “pressão” o facto de agora os massagistas não terem acesso ao Departamento Clínico: “Impediu todos para não o poder acusar de discriminação, mas se antes todos entravam e até tinham chave, só acredita que não é por minha causa quem quiser camuflar toda esta situação”, diz.

Entretanto Paulo Almeida, em declarações à “a União” diz que “ainda não me passaram as declarações de IRS de 2003 nem de 2004” e que para receber a quantia devida estipulada pelo Tribunal “ainda tem de esperar” já que o presidente do clube terá solicitado ao advogado de Paulo Almeida para adiar o levantamento de um cheque.

Na opinião de Paulo Almeida só lhe resta o recurso à greve de fome para chamar a atenção das “entidades máximas deste país”, a quem pede ajuda: “Lutarei até (…) ao limite máximo das minhas forças, pelos meus direitos”. O limite externo a essas reivindicações e reclamações é para Paulo Almeida “a imagem e o bom nome do Sport Clube Lusitânia” que não quer ver prejudicado, apontando apenas o dedo ao “senhor Presidente do Clube”. 

Contactado pela “a União”, o Presidente da Direcção do Sport Clube Lusitânia, Paulo Borges, declarou não ter “quaisquer comentários a fazer”. 

Nota importante: Texto retirado na integra do site oficial do jornal, A União de Angra do Heroísmo ilha Terceira - Açores http://www.auniao.com


4 Comments to Greve de fome como protesto  :

Comments RSS
beijing guide on Saturday, May 18, 2013 7:58 AM
Hello my loved one! I want to say that this post is amazing, great written and come with approximately all vital infos. I would like to look extra posts like this .
Reply to comment


travel in tibet tips on Sunday, May 19, 2013 6:43 AM
Aw, this was a really nice post. In idea I wish to put in writing like this additionally ?taking time and precise effort to make a very good article?but what can I say?I procrastinate alot and by no means seem to get something done.
Reply to comment


madeforart on Wednesday, May 22, 2013 10:44 PM
obviously like your web site but you have to check the spelling on several of your posts. Many of them are rife with spelling problems and I find it very bothersome to tell the truth nevertheless I will surely come back again.
Reply to comment


Hayden Donte on Saturday, May 25, 2013 3:16 PM

The important things is that While you're searching for a Thomas Sabo Inlay Park Card Charm Carrier you may needing a web site . There are many internet site where this is true because you will find there are many Thomas sabo jewellery charms .here you can choose a different style of classic thomas sabo rings sale Thanks a lot post.

Reply to comment

Add a Comment

Your Name:
Email Address: (Required)
Website:
Comment:
Make your text bigger, bold, italic and more with HTML tags. We'll show you how.
Post Comment